Just for you

Padrão

Summer Villanelle

You know exactly what to do –
Your kiss, your fingers on my thigh –
I think of little else but you.

It’s bliss to have a lover who,
Touching one shoulder, makes me sigh –
You know exactly what to do.

You make me happy through and through,
The way the sun lights up the sky –
I think of little else but you.

The movie in my mind is blue –
As june runs into warm july
I think of little else but you.

But is it love? And is it true?
Who cares? This much I can’t deny:
You know exactly what to do;
I think of little else but you.

(Wendy Cope)

Reflexão sobre o osso da minha perna

Padrão

A parte mais durável de mim
são os ossos
e a mais dura também
como, por exemplo, este osso
da perna
que apalpo
sob a macia cobertura
ativa
de carne e pele
que o veste e inteiro
me reveste
dos pés à cabeça
esta vestimenta
fugaz e viva
sim, este osso
a mais dura parte de mim
dura mais do que tudo o que ouço
e penso
mais do que tudo o que invento
e minto
este osso
dito perônio
é, sim,
a parte mais mineral
e obscura
de mim
já que à pele
e à carne
irrigam-nas o sonho e a loucura
têm, creio eu,
algo de transparente
e dócil
tendem a solver-se
a esvanecer-se
para deixar no pó da terra
o osso
o fóssil
futura
peça de museu
o osso
este osso
(a parte de mim
mais dura
e a que mais dura)
é a que menos sou eu?
(Ferreira Gular)