Aulas ao vento

Padrão

Falta pouco menos de um mês para meu aniversário de 24 anos. Confesso que me assusta parar pra pensar nisso. Mas também fico feliz em saber que já conquistei muitas coisas nesse tempo.

 

Sempre fui um pouco precoce, talvez por ter convivido muito com pessoas mais velhas. Quando todas as outras meninas brincavam de boneca, meu sonho era ser adolescente. Certa vez, fiquei com muita raiva quando, aos onze anos, minha mãe disse que eu era ainda pré-adolescente.

 

Minha brincadeira favorita era dar aula para as paredes. Isso mesmo, eu amava bancar a professora e, como não havia alunos, era obrigada a ensinar para o vento. Fazia minha mãe comprar diário de classe, giz antialérgico e, é claro, quadro negro. Mas não bastava pra mim aqueles quadros vendidos em papelarias. Aproveitando uma reforma na casa, o pedreiro “construiu” um quadro negro de cimento, de parede a parede, na área interna de minha casa.

 

Foi a glória. Passava tardes inteiras dando bronca nos “alunos”, corrigindo deveres de casa e ensinando a matéria que tinha acabado de aprender na escola. Só não gostava quando algum vizinho bisbilhoteiro me olhava da janela, certamente me achando uma louca.

 

 Felizmente não era nada patológico. Pelo contrário, eu fixava muito mais o conteúdo que aprendia nas “aulas de verdade” e isso sempre resultou em boas notas, modéstia parte. Às vezes, cansada de falar horas sozinha, dava aulas de inglês para a Cleide, que trabalhou em minha casa durante muitos anos. Meses atrás, inclusive, rimos muito ao telefone lembrando dessa época.

 

Creio que uma das razões para essa minha precoce idade mental foi o fato de sempre ter assumido muitas responsabilidades. Comecei a aprender inglês com seis anos de idade, a ter aulas de piano com nove e aos quinze, já era monitora do Conservatório de Música de minha cidade. Além disso, também dava aulas de teclado em casa e ainda tocava na igreja.

 

E não me arrependo de nada. Às vezes ficava cansada de tantas tarefas, mas minha mãe nunca me deixou desistir (ainda bem!). Hoje, prestes a completar 24 anos, o saldo é muito positivo. Que venham outros aniversários e novas lembranças.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s