Nada e tudo a ver

Padrão

Sexta à noite, computador, suco de maracujá. Enquanto espero o marido chegar do trabalho, faço uma boa ação ao resumir um texto de 117 páginas para a pós da minha irmã. OK, ficar em casa tem seu ônus, agora já sei, rsrs.

Eis que, entre a leitura sobre sociedade do consumo e algumas escapadelas no Twitter, me deparo com duas frases muito instigantes. Confesso que gosto mais da profundidade da segunda, mas a primeira me fez refletir, o que também vale muito.

Ao customizarmos uma roupa, ao adotarmos determinado tipo de dieta alimentar, ao ouvirmos determinado tipo de música, podemos estar tanto consumindo, no sentido de uma experiência, quanto construindo, por meio de produtos, uma determinada identidade. (Lívia Barbosa e Colin Campbell)

Um lugar deve existir, uma espécie de bazar, onde os sonhos extraviados vão parar. (Chico Buarque)

Ainda no computador, olhando mais pra cima, não resisti aos clicks abaixo. Porque qualquer hora é de saudade:

Anúncios

»

  1. AI, Mamãe! 😦

    “E não adiantam as despedidas. De um amigo ninguém se livra fácil. A amizade, além de contagiosa, é totalmente incurável”

    ADORO o que você escreve. Cabeçuda! :p

    Que saudade desses dias, desses lugares, dessas risadas. Tanta coisa BOA já vivida. E tanta expectativa pelas novas que certamente surgirão! Impossível eu não chorar. Você fez de propósito, sabendo que me entreguei à saudade ontem e me denunciei pelo twitter e orkut. Que cruel… Adriana Falcão, num livro infantil lindo chamado “Mania de Explicação” resume tão bem o que sinto quando vejo as fotos… “Saudade é quando o momento tenta fugir da lembrança para acontecer novamente e não consegue”

    Mas tudo bem. Segundo ‘nossa’ amiga Marta Medeiros “tudo que eu fui prossegue em mim”. Esse mural e essas risadas prosseguem, certo? “Para siempre, lalalalalalalala”

  2. Que ônus que nada, viu… Aposto que foi um prazer ler aquele texto mega chato e fazer uma resenha pra mim. Virou até post pro blog!

    Papai do céu adora boas ações e com certeza irá te recompensar. Eu disse bem, viu, papai do céu vai te recompensar, eu não! rs rs rs!

    Pela milésima vez, muito obrigada!
    Mesmo longe, vc consegue estar tão perto!

    besos
    Leila

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s