Assim, tão rápido?

Padrão

Eu sou apegada às pequenas coisas. Estou há 11 anos morando fora da minha cidade natal e até hoje não troquei meu título de eleitor, nem minha agência bancária. Muito menos pedi minha transferência para outra igreja. Pode parecer bobagem, mas agindo assim, tenho a sensação de que as coisas não mudaram tanto…

Com essa contextualização, vai ficar mais fácil entender o episódio a seguir. Desde que mudei pra Santa Catarina, estava relutando em trocar o DDD e, consequentemente, o número do meu celular. Ficava inventando desculpas pra mim mesma, do tipo “é bom continuar com um celular 21, pra quando for ao Rio”, mas a verdade é que eu não queria me desfazer do número que era meu desde 1999.

E pra piorar as coisas, continuar com a Vivo não valia mais a pena, porque os planos da TIM são muito mais vantajosos e baratos. Ou seja: teria que cancelar de vez minha linha e acabar com o número tão querido.

Estava enrolando pra tomar essa decisão, até que me deparei com a conta telefônica hiper salgada, resultado dos roamings constantes. Então, tomei coragem e liguei pra Vivo.

_ Boa noite, gostaria de cancelar minha linha telefônica.

_ Qual o motivo, senhora?

_ Eu mudei pra outro estado e o plano de outra operadora é mais vantajoso pra mim.

_ OK, senhora, vou proceder com o cancelamento.

Alguns minutos de espera e…

_ Sua linha está cancelada, senhora. Boa noite.

É isso, simples assim? Nem um “tchau, boa sorte pra você” ou “mas você é nossa cliente há 11 anos, podemos conversar sobre algum plano que seja do seu interesse”. Nada. Em menos de cinco minutos, todo o meu dilema foi resolvido e terminado.

Sei que estou reclamando à toa, porque muita gente detesta quando eles enrolam com o cancelamento. Mas, nesse caso específico, era uma relação estável, sabe? Quase um casamento, nunca atrasei uma conta, gostava do serviço e tinha amor ao número, àquela história. Essas coisas que a gente não consegue explicar, só sentir.

Amanhã vou à TIM e terei um novo DDD, um novo telefone. Uma nova história. Mas prometo que, dessa vez, vou tentar não me apegar.

Anúncios

»

  1. Te entendo perfeitamente, prima.
    Não mudei o título eleitoral, apenas. rs
    Fiquei chocadíssima com a frieza da atendente. Como assim cancelar sem ao menos tentar um meio termo???? Uma conversa amigável??? Uma tentativa, que seja!!!
    Corações tão duros quanto seus chips.
    Mas quanto ao telefone…parti para a Tim também, mantendo o chip da Vivo pra uma eventual saudade.
    Enfim…vamos trocar o que nos resta: os novos números. rs

    Beijão

    Saudades
    Amo-te

    • “Corações tão duros quanto seus chips”, adorei! Vamos trocar os números sim, te mando por email assim que tiver. bjo!

  2. Menina,
    sofro do mesmo mal! Como pode?
    Meu numero é meu desde 98!!!!!!

    Mas, vem cá: a portabilidade não valeu?
    Não houve possibilidade de permanecer com seu tão querido número e só trocar de operadora?

    Tô triste porque em breve serei eu a relatar esse fim do casamento de 12 anos com o 9677… 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s