O haver

Padrão

Vinicius não era um grande cantor, mas sua voz foi sempre marcante. Meio rouca, talvez pelo cigarro, num tom decididamente perfeito. Não me canso de ouví-lo, de ler e reler cotidianamente suas poesias. De (re) descobrir um verso novo que, desatenta, não havia ainda percebido.

“O haver” é uma das mais lindas poesias de Vinicius. Deixo que ele mesmo a declame e convença você, leitor, de sua tímida genialidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s