No retrovisor

Padrão

“Talvez uma das melhores sensações da vida seja ouvir o barulho das correntes do passado sendo quebradas.

E ver a imagem de um horizonte livre, com espaço de sobra para correr sem pesos inúteis.

E sentir nas mãos as rédeas do próprio destino”.

Em “A delícia de perceber que a vida seguiu em frente“, de Ruth Manus.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s